Revista

Dezenas de artigos voltados ao seu estilo de vida !

Outubro Rosa

Dra Márcia Abreu Gondim
CRM 52580020-0

O câncer de mama é a doença causada pela multiplicação de células anormais da mama e que formam um tumor. Existem vários tipos alguns com desenvolvimento lentos e outros com desenvolvimento rápidos sendo assim a detecção precoce é importante para o tratamento menos invasivo possível e mais eficaz.

No Brasil estimam-se 59.700 novos casos de câncer de mama por ano em 2018 com um risco de 56 casos para cada 100mil mulheres. Sendo o mais frequente entre as mulheres se não considerarmos os canceres de pele.

O QUE AUMENTA O RISCO?

A idade é o fator de risco mais importante para o câncer de mama cerca de 4 em cada 5 casos ocorrem após os 50 anos de idade. Porém outros fatores de risco também estão envolvidos com o aparecimento da doença:

Obesidade e sobrepeso, sedentarismo, consumo de bebidas alcoólicas, tabagismo , exposição frequente a radiação (raio X), primeira menstruação antes dos 12 anos, não ter filhos, primeira gravidez após os 30 anos, não ter amamentado, menopausa após os 55 anos, reposição hormonal após a menopausa por mais de 10 anos, parentes com câncer de ovário, mamas e intestino.

COMO PREVENIR

Adotando hábitos saudáveis 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados: praticando atividade física, alimentação saudável, mantendo o peso corporal adequado, evitando o consumo de bebidas alcólicas , fumo e estimulando a amamentação.

COMO DIAGNOSTICAR

É importante que as mulheres observem e examinem as suas mamas quando se sentirem confortáveis, não precisa uma técnica específica mas é necessário valorizar a descoberta de pequenas alterações mamárias como caroços, pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja, alterações no bico principalmente mamilo invertido, nódulos em baixo do braço nas axilas ou no pescoço, saída de líquido dos mamilos. No caso do encontro desses sinais e sintomas a mulher deve procurar seu ginecologista para avaliação física e solicitação de exames específicos se necessário.

DETECÇÃO PRECOCE

A maior parte dos canceres de mama é descoberto pelas próprias mulheres ao examinarem suas mamas. A detecção precoce é importante para o tratamento ser menos invasivo e para a cura da paciente. Além de estar atenta ao próprio corpo , também é recomendado que mulheres de 50 a 69 anos façam uma mamografia de rastreio ( quando não há sinais nem sintomas ) a cada dois anos. Porém se o ginecologista detectar qualquer alteração mamária a mamografia diagnóstica ou outros exames complementares com finalidade de investigação de lesões suspeitas da mama deverão ser solicitados  independente da idade .

Marcia Abreu Gondim
Rua da Conceição 154 sala 1007 Centro Niterói
Tel +55 21 2613-1808 e +55 21 2620-8624
Amil , Golden Cross , Petrobras e Bradesco

Escreva um comentário