Tag: cruz das almas BA

História da minha vida… (2º capítulo) .

Minha mãe, se chamava Sabina Soares e ficou viúva aos 36 anos. Criou 4 filhos, sozinha, éramos 3 meninas: Guiomar, Dalmira e eu e 2 meninos José e João.

Joãozinho, era o caçula dos meninos e eu das meninas, ele era meu parceiro. Saíamos juntos, conversávamos muito eu contava tudo pra ele. Aprontávamos, muito! Poxa! Como era bom! Ele me entendia e nós combinávamos o que iríamos fazer, os planos para o futuro. Tenho saudades do meu irmão, este sim, era meu amigo! Uma pena, que partiu muito cedo para o plano astral. Mas, deixou uma filha a Vera Lúcia, minha sobrinha, foi criada na família, casou teve 3 filhos, tem 3 netos e está chegando o quarto netinho, ainda, não se sabe se será um menino ou menina.

Voltando para a história da minha mãe, eu tinha 7 anos e acompanhava minha mãe, para uma cidadezinha perto de Cruz das Almas. Ela ia em busca de entendimento do que o futuro reservava. Minha mãe, era muito preocupada com o futuro dos filhos e sem o meu pai, a situação, complicou. O dinheiro era pouco para o sustentar sozinha 4 filhos. Ela nos ensinou a trabalhar e a cozinhar.

E, na última vez que fomos a cidade vizinha para saber sobre o futuro, ela teve uma surpresa. Disseram que ela iria fazer uma viagem, que mudaria sua vida. Mas não disseram se seria para melhor ou pior.

A pensão da minha mãe atraía muitas clientes, ela cozinhava muito bem e todos adoravam a sua comida. Tinham clientes que moravam na cidade e também os viajavam, paravam lá em Cruz da Almas para seguir viagem e outros por estarem em férias.

Num determinado dia, uma amiga dela, chamada, Adelaide, que morava no Rio de Janeiro e tinha 02 filhas que se chamavam, Ruth e Raquel, a convidou para ir trabalhar no Rio de Janeiro, como cozinheira. Ela dizia que minha mãe iria ganhar muito dinheiro!

Foi neste momento que tudo começou…

A história da minha Vida

A história da minha vida…

Em 04 de abril de 1939, finalmente, vim ao mundo!

Era assim, que eu me sentia, completamente viva, para aproveitar o que a vida poderia me proporcionar!

A alegria sempre foi a minha principal característica, sorria com os olhos. Sempre presente aquele olhar vivo de quem não veio ao mundo, apenas para olhar a paisagem.  Aquele brilho no olhar e astúcia da menina cheia de sonhos e que sabia que a vida não seria fácil.

Mas, não imaginava que seria tão complexo viver. Porém, não me intimidei com as dificuldades!

São tantas as histórias, tantas…

Algumas passagens eu preferi não contar, permanecem no meu íntimo, como aprendizado que levarei para a eternidade. A vida não é feita só de belas histórias e tudo é aprendizado.

Quero contribuir para que cada um possa rever no seu íntimo o  que, realmente faz a diferença em sua vida e sobretudo seguir com fé, atitude, trabalho e respeito ao próximo. A minha história será narrada pela minha filha, que é muito apegada comigo.                                                                                                                                          Aguarde e veja o que está por vir.

Algumas das passagens da minha vida, ela irá ouvir dos amigos e conhecidos que fiz ao longo dos anos. Mas grande parte serão relatadas pelo convívio diário ao longo de muitos anos, com todo envolvimento emocional e realidade.

Serão contadas aos poucos, para que você possa aproveitar com muita calma e se ver em algumas das passagens,  rir, chorar, ter fé e mais do que isso, celebrar comigo as várias vitórias que tive!

Cruz das Almas, interior da Bahia, estava acesa e nem era o dia de São João.

Nesta época minha mãe era casada e muito bem casada!

Toda semana um novo capítulo da minha história será publicado, aqui.